Cirurgia de desvio de septo pelo SUS em 2020 – Como fazer e Requisitos

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o nome que recebe o sistema público de saúde brasileiro. Toda a população tem direito a buscar tratamento pelo SUS, que é feito de maneira gratuita.

Se você tem percebido sintomas que o levam a crer que você está sofrendo de desvio de septo, como dificuldade para respirar, crises de sinusite, ronco etc., saiba que você pode buscar ajuda no SUS, inclusive a septoplastia, a cirurgia que visa corrigir esse problema. Nem sempre, entretanto, ela é o mais indicado.

Neste artigo, você verá o que é o desvio de septo, quais os seus sintomas, que especialidade médica pode diagnosticá-lo, como buscar ajuda e tratamento para o problema no SUS e muito mais!

O que é desvio de Septo?

O septo nasal é uma estrutura no nariz é composta por osso, cartilagem e mucosas, e separa uma narina da outra, funcionando como uma espécie de parede. Em algumas pessoas, essa estrutura não é reta, mas curvada, possuindo uma espécie de desvio.

Esse problema pode surgir por uma série de fatores: pode ser herdado hereditariamente (congênito), adquirido ao longo do processo de crescimento da face ou decorrente de traumas, fraturas, lesões ou pancadas na região do nariz.

o que é desvio de septo

Sintomas

Dentre os sintomas do desvio do septo, os principais são dificuldades de respiração em uma das narinas, crises de sinusite, ronco, hemorragias nasais e dores. Esses sintomas, entretanto, costumam aparecer apenas em indivíduos que possuem um desvio grave: desvios mais leves costumam ser assintomáticos, ou seja, não desencadeiam nenhum sintoma.

Os sintomas mencionados podem se agravar quando a pessoa sofre de um resfriado ou de alguma outra infecção que envolva as vias nasais. Além disso, é possível que o problema se agrave ao longo dos anos, exigindo atenção, embora geralmente se manifeste já na infância e na puberdade.

Sintomas de desvio de septo

Como saber se eu tenho desvio de septo?

O médico indicado para o diagnóstico preciso do desvio de septo é o otorrinolaringologista, uma vez que esta especialidade é responsável, dentre outras coisas, pelos problemas envolvendo o nariz e os seios paranasais.

O otorrinolaringologista questionará o paciente a respeito dos possíveis sintomas e, mediante a utilização de um instrumento próprio, abrirá e visualizará o interior das narinas, a fim de identificar e analisar o desvio.

Tratamentos para desvio de septo

Nem sempre a cirurgia de septoplastia é o mais indicado para o tratamento do desvio de septo, uma vez que nem sempre ele é prejudicial à saúde e à vida do paciente. Recorre-se à cirurgia apenas em casos em que a passagem de ar pelas vias aéreas é comprometida, o que só ocorre em desvios mais graves.

Além disso, a cirurgia só é recomendada, ainda em casos em que a passagem de ar está comprometida, em indivíduos já no final da adolescência, uma vez que é neste período que o nariz para de crescer. Caso a cirurgia seja realizada muito cedo, antes do nariz formar-se totalmente, é possível que o desvio volte no futuro. Porém, em casos extremos, em que a passagem de ar é muito afetada, pode-se recorrer à cirurgia ainda na infância. Tudo, porém, dependerá da avaliação do especialista.

Rinoplastia

Cirurgia de Desvio de Septo no SUS

Para buscar tratamento para o desvio de septo no SUS, basta dirigir-se à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima ao seu domicílio. Se você ainda não tiver cadastro nela, você precisa realizá-lo. Ele é feito diretamente na UBS.

Caso você já seja cadastrado nela, basta dirigir-se ao balcão da UBS e solicitar uma triagem com um dos enfermeiros da Unidade a fim de marcar uma consulta com um dos médicos presentes. O enfermeiro fará uma série de perguntas, bem como algumas avaliações físicas, e encaminhará você para um dos médicos da UBS. Geralmente, a consulta não é feita já no mesmo dia: o enfermeiro irá marcar a sua consulta para uma data próxima, levando em consideração a urgência de seu problema. Além disso, a consulta não é já com um otorrinolaringologista, pois a UBS não conta com esta especialidade.

Na consulta, que possivelmente será com um Clínico Geral, você irá detalhar o seu problema. Dê o máximo de informações possíveis a fim de que o diagnóstico inicial possa ser feito pelo médico, que irá analisar sua situação e encaminhá-lo para uma consulta com um otorrinolaringologista, colocando-o na fila de espera, também a depender da gravidade do seu problema.

Uma vez na fila de espera, basta esperar que chegue a sua vez (possivelmente demorará alguns dias, semanas ou até mesmo meses, a depender do tamanho da fila). Você será avisado, geralmente por telefone, sobre a data e o horário da sua consulta, quando sua vez na fila de espera estiver se aproximando. Mantenha sua carteirinha do SUS sempre por perto, e os seus dados atualizados, a fim de evitar possíveis contratempos.

Na consulta com o otorrinolaringologista, ele avaliará a gravidade do seu desvio de septo, analisando a melhor forma de tratamento. Convém ressaltar que a cirurgia nem sempre é o mais adequado. Porém, caso o médico conclua que a cirurgia é a melhor opção para o seu caso, ele dará mais informações a respeito de como proceder para conseguir a cirurgia de septoplastia gratuitamente pelo SUS.

Cirurgia de desvio de septo

Quem tem direito?

Toda a população tem direito ao atendimento e ao tratamento de desvio de septo pelo SUS. Porém, será preciso passar por várias etapas de avaliação e entrar em filas de espera para conseguir a consulta com o otorrinolaringologista e a consequente cirurgia de septoplastia, caso o médico a julgue necessária.

Muitas pessoas buscam a cirurgia do desvio de septo por questões estéticas: nesse caso, não será possível realizar a cirurgia pelo SUS, uma vez que não se pode fazer tais cirurgias pelo SUS apenas por motivações estética e plásticas. É preciso que o médico, nesse caso o otorrinolaringologista, identifique o problema e a gravidade dele, percebendo que é algo que afeta a vida da pessoa, uma vez que impede a livre circulação do ar pelas vias aéreas de maneira grave. Só então ele encaminhará o paciente para a cirurgia.

Outros procedimentos pelo SUS

Procedimentos pelo SUS

Rafaela Trevisan Cortes

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content