Ginecomastia pelo SUS em 2020 – Como fazer, Requisitos e Como é a cirurgia

Caso você sofra ou suspeite que sofra de ginecomastia, saiba que o SUS cobre o tratamento para o problema. A ginecomastia consiste no aumento excessivo do tamanho do tecido mamário em homens, podendo ser causada por vários fatores, como vermos. Dentre os possíveis tratamentos estão a reposição de testosterona, a diminuição de remédios que podem causar o aumento das mamas e, em casos mais extremos, a intervenção cirúrgica.

A ginecomastia pode ser diagnosticada por clínicos gerais, agilizando o procedimento de diagnóstico pelo SUS, embora em alguns casos possam exigir a análise de médicos de outras especialidades, como de endocrinologistas, mastologistas e cirurgiões plásticos.

O que é Ginecomastia?

A ginecomastia é uma condição de saúde que resulta na hipertrofia das glândulas mamárias em homens, ou seja, em seu crescimento fora do normal. A principal causa da ginecomastia são as alterações hormonais, principalmente envolvendo a testosterona, e, geralmente por conta disso, ela dá seus primeiros sinais na adolescência, aos 13 ou 14 anos, embora possa afetar indivíduos do sexo masculino de qualquer faixa etária, sendo mais recorrente, inclusive, em idosos com mais de 70 anos.

Outros fatores também podem levar à ginecomastia, como o consumo de determinados diuréticos, anti-hipertensivos, hormônios, medicamentos usados para o tratamento do câncer de próstata, cimetidina, bem como determinadas enfermidades, como o hipertireoidismo e a insuficiência hepática.

graus de ginecomastia

A ginecomastia pode afetar tanto apenas uma das mamas, quanto as duas ao mesmo tempo. O principal sinal, obviamente, é o crescimento anormal das mamas, embora se faça preciso uma avaliação médica para que a doença seja devidamente diagnosticada. Isso porque a ginecomastia é facilmente confundida com a pseudoglaucomático.

A diferença entre a ginecomastia e a pseudoginecomastia é simples: enquanto na ginecomastia o aumento no tamanho das mamas ocorre pelo crescimento do volume de tecido mamário, na pseudoginecomastia ocorre não o aumento do tecido mamário, mas sim de tecido gorduroso. A diferenciação no diagnóstico é de fácil realização: o médico aperta a mama com o indicador e o polegar de modo a sentir a sua consistência. Se o tecido atrás da auréola for duro e com densidade, trata-se de ginecomastia. Se ele for mole e difuso, trata-se de pseudoginecomastia.

Embora você possa fazer esse teste em casa, convém buscar ajuda médica de modo a conseguir um diagnóstico preciso, que apenas o médico pode realizar. Além disso, uma vez que são várias as possíveis causas da ginecomastia, o tratamento dependerá do causador do problema, que pode variar de paciente para paciente.

Ginecomastia

Tratamentos

A forma de tratamento dependerá daquilo que está causando a ginecomastia.

Caso ela esteja sendo causada pela baixa produção de testosterona pelo corpo, o tratamento consiste basicamente na reposição de testosterona com medicamentos específicos.

Se ela for causada por algum remédio em particular, com os citados anteriormente, o tratamento poderá consistir na diminuição das doses do medicamente, ou na suspenção do mesmo, que deverá ser substituído por outro. Convém ressaltar que é preciso buscar ajuda médica de modo a ter um diagnóstico preciso: em hipótese alguma deixe de tomar um remédio por escolha própria de modo a tratar a ginecomastia, já que ela pode não estar sendo causada pelo remédio em questão. Orientação médica é essencial.

Em alguns casos, a cirurgia pode ser indicada, especialmente naqueles em que a ginecomastia já atingiu graus avançados. Nesses casos, a simples reposição de testosterona ou a redução/suspensão do medicamente causador do problema podem não ser suficientes para reduzir o tamanho da mama. A cirurgia, nesse caso, consiste basicamente na remoção de parte do tecido glandular e da gordura próxima ao mamilo.

Como fazer a cirurgia de Ginecomastia pelo SUS em 2020

Para buscar tratamento para a ginecomastia pelo SUS, basta dirigir-se à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próximo ao seu domicílio. Caso você ainda não tenha cadastro nela, basta falar com um dos atendentes do balcão para facilmente realizá-lo e obter mais informações.

Na UBS, você passará por uma triagem com um(a) enfermeiro(a), que tomará nota do seu problema, além de possivelmente medir sua pressão e tirar seu peso e a sua altura (que entrarão para o sistema do SUS). Explique sua situação para ela, expondo com o máximo de detalhes os sinais que te fazem crer que você sofre de ginecomastia.

A enfermeira, então, agendará uma consulta com um dosmédicos da UBS para algum outro dia. As UBS não contam com especialidades como endocrinologista, mastologista e cirurgião plástico, mas não se preocupe: o(a) médico(a) que irá te anteder, possivelmente um clínico geral, avaliará sua situação e, se estiver ao alcance dele, fará o diagnóstico do problema. Caso ele não seja possível, ele irá te encaminhar para algum dos especialistas citados, colocando você na fila de espera do SUS.

Uma vez na fila de espera, você deverá esperar até que chegue sua vez. Embora possa demorar um pouco, você será avisado, quando estiver no topo da fila, a respeito da data de sua consulta. Mantenha sua carteirinha do SUS por perto e os seus dados atualizados.

pós operatório ginecomastia

Quem tem direito?

Todos têm direito ao tratamento do SUS. Porém, você precisará esperar na fila de espera e ficar à mercê do médico, que definirá se você precisa ou não ser encaminhado para um especialista.

Além disso, caso você necessite da cirurgia, o SUS só a realizará caso compreenda que seu problema vai além do fator estético. Ou seja, a cirurgia dependerá da seriedade do seu caso. Caso o médico compreenda que você pode sofrer por problemas de saúde ou problemas emotivos e psicológicos provenientes do volume excessivo de suas mamas, e que o problema não pode ser solucionado ou amenizado de nenhuma outra forma, ele o encaminhará para a cirurgia.

Outros procedimentos pelo SUS

Rafaela Trevisan Cortes

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content