Pré-natal no SUS em 2020 – Quais consultas fazer e quando

O pré-natal é um exame fundamental durante a gestação, pois previne e/ou detecta de forma precoce possíveis doenças na mãe e/, ou no feto. Desta forma, o bebê se desenvolve de forma saudável e a mulher tem uma gestação tranquila, o que diminui o risco de morte materna e neonatal.

O Sistema Único de Saúde (SUS) possui a Rede Cegonha, que oferece planejamento reprodutivo e assistência às gestantes de forma gratuita. O acompanhamento é realizado durante o pré-natal, parto, nascimento e período de amamentação. Após o nascimento, a saúde do bebê recebe atenção integral.

Pré-natal pelo SUS

A gestante que deseja iniciar seu pré-natal pelo SUS, deve ir até à unidade de saúde mais próxima e solicitar o atendimento com seu cartão nacional de saúde. No local, a mulher terá direito a um teste rápido, para comprovar a gravidez. Caso comprovada, ela vai começar seu pré-natal.

Segundo o Ministério da Saúde, o cronograma de acompanhamento deve constar no mínimo seis consultas durante a gravidez, e pelo menos uma após o nascimento do bebê. Além de consultas, o pré-natal pelo SUS oferece exames laboratoriais, de imagem, entre outros procedimentos.

caderneta da gestante pré-natal

Entre os direitos da gestante garantidos pelo SUS durante o pré-natal estão:

  • Teste rápido de gravidez;
  • Consultas e exames de acompanhamento de acordo com a caderneta de gestante;
  • Detecção e prevenção de doenças, como sífilis e HIV;
  • Preparação física, psicológica e emocional para o parte;
  • Incentivo ao envolvimento do pai ou parceiro durante o processo.
  • Cartão da gestante com identificação preenchida e suas orientações;
  • Calendário de vacinas e suas orientações;
  • Solicitação de exames de rotina;
  • Orientações sobre a sua participação nas atividades educativas – reuniões em grupo e visitas domiciliares;
  • Agendamento de consulta médica para pesquisa de fatores de risco.

Cronograma de avaliações do pré-natal

No início da gestação, as consultas acontecem mensalmente. Desta forma, o médico acompanha a gravidez regularmente até a sétima semana.

Na primeira consulta de pré-natal pelo SUS, o foco é a saúde da gestante. O obstetra mede a pressão arterial, solicita exames, ultrassom e confere o peso.

GestaçãoApós a sétima semana de gravidez, as consultas acontecem a cada 15 dias. Já no último mês, o acompanhamento ocorre uma vez por semana. Enfermeiros também podem auxiliar a gestante.

O calendário fica assim:

  • Até 28ª semana: consultas mensais;
  • Da 28ª semana até 36ª semana: consultas quinzenais;
  • Da 36ª semana até 41ª semana, ou nascimento: consultas semanais.

Consultas do Pré-Natal

  • Medição da pressão arterial;
  • Verificação do peso atual;
  • Verificação do inchaço nas pernas e pés;
  • Medição da altura uterina e circunferência abdominal;
  • Batimentos cardíacos da gestante;
  • Batimentos cardíacos do feto;
  • Observar as mamas;
  • Orientações sobre o preparo e amamentação materna;
  • Disponibilização de vacinas.
  • Como fazer consulta com psicólogo no SUS

Ultrassom pré-natal pelo SUS

É o exame que possibilita a visualização do feto e saco gestacional, e de como está seu desenvolvimento. O ultrassom também comprova a data do parto, além de descartar a gravidez ectópica, que é quando o embrião se forma fora do útero.

O SUS disponibiliza de três a quatro ultrassonografias, seguindo a recomendação daOrganização Mundial de Saúde (OMS). Dois ultrassons devem ser feitos no primeiro trimestre de gestação; e após, um exame a cada trimestre seguido.

Além do ultrassom realizado por trimestres, o SUS também disponibiliza a ultrasssonografia transvaginar , a morfológica e do útero.

Exames

Entre outros exames fornecidos pelo SUS durante o pré-natal, estão:

  • Exames de sangue, fezes e urina;
  • Translucência nucal;
  • Triagem de diabetes gestacional;
  • Teste de Coombs;
  • Teste de HIV.

Vacinas

O Sistema Único de Saúde também oferece diversas vacinas durante o pré-natal:

  • Hepatite B;
  • Influenza (gripe);
  • DTPA (tríplice bacteriana)
  • Consulte aqui o calendário de vacinação de 2020

De acordo com o histórico da paciente, outras vacinas e exames podem ser solicitados.

O pré-natal pelo SUS também é muito importante para saber qual tipo de parto será realizado. Entre os procedimentos disponibilizados pelo sistema estão o parto normal, a cesariana e o parto humanizado. Além disso, pelo sistema público a gestante também pode fazer consultas ao psicólogo para acompanhar esse processo tão importante na vida da mulher.

Cartão do SUS

cartão do SUSPara realizar o pré-natal gratuito, você deve fazer parte do SUS e possuir o cartão nacional de saúde. Com o cartão do SUS, você pode realizar procedimentos gratuitos em todo o país.

Caso você ainda não possua o cartão, basta ir até à Secretaria da Saúde, ou à UBS mais próxima, com documentos pessoais de identificação em mãos e solicitar o cadastro.

O pré-cadastro no SUS pode ser feito pela internet, mas após você deverá ir até uma unidade de saúde para validar o procedimento e receber a carteirinha.

Rafaela Trevisan Cortes

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content